agosto 05, 2016

O Grande Paradoxo: A Democracia em perigo.


Estamos a viver um período histórico muito complicado. 
Guerras e fanatismos, o ressurgir de figuras ditatoriais e o domínio de perversas organizações financeiras.

Enquanto por um lado temos processos engenhosos que põem o Big Brother previsto por George Orwell a um canto, em que são todos através de um jogo aparentemente inocente, os olhos da grande máquina, temos uma figura anedótica mas perigosa, tudo menos um Pokecoisaqualquer, a um passo de se sentar no posto de comando do mais poderoso complexo militar do mundo.

Trump representa o pior que pode haver num ser humano. 

A HIstória está plena destes psicopatas que deixam atrás de si sempre um rasto de desumanidade.
É líquido para o bom senso mediano, o perigo que respresentaria para a segurança mundial,se alguma vez um anormal deste calibre tivesse a possibilidade de aceder ao arsenal nuclear dos EUA. Não acredito, para bem de todos, que ele chegue o poder.


Este brilho lorpa com que ele se pavoneia pode ser e será certamente o cantar do cisne. Mas o futuro? O que nos reserva o futuro? Será que nunca ascenderá ao poder um idiota perigoso e truculento co
mo Donald Trump? Não seria este cenário algo de tal forma perturbador que possa alterar o processo de eleição democrática? Será que continuará a ser o princípio do sonho Americano o de que qualquer cidadão pode chegar a presidente? 

A questão põe-se e é pertinente e poderá haver a prazo uma limitação da própria democracia para que em tese esta se possa defender. É um paradoxo, mas no rescaldo de uma figura destas, quer ganhe quer perca, nada menos se pode esperar do que soluções anti-democráticas. Mesmo que elas venham em defesa da democracia e pela mão de democratas.


2 comentários:

  1. Credo! Se aquela coisa dispara, dá-me cabo do blog!

    ResponderEliminar
  2. Ficavas com o brosh... digo, o blog feito numa Trampa.

    ResponderEliminar