junho 23, 2012

«Cai o pano sobre a nódoa da mudança de hora» - peça de teatro em um acto, do Charlie

A respeito da resposta que tive do Parlamento Europeu à minha petição, o Charlie escreveu esta peça:

"Às vezes tenho mesmo essa sensação, sabes? A de que abraçamos causas, ideais, que nos empenhamos nelas, vestimos e damos a camisa, corremos até riscos, e no fim, ou se morre na praia ou nos chamam de parvos, mesmo quando - após muita luta-, se conseguem atingir os fins que ao fim ao cabo, são para o benefício de todos, nós incluídos, pois claro.
Espero que esta luta passe por todas as etapas,a considerar:

Local: algures na Comissão.

- Epá! Lá veio outra carta, sobre a coisa da mudança da hora!
- Não digas?
- Sim, pá...
- Epá... o gajo é parvo...
- Parvo não, é chato.

Passa algum tempo...

- Olha!
- Olho o quê?
- Outra carta do gajo.
- Qual gajo?
- O chato, da coisa da mudança da hora, e agora vem cheia de pareceres técnicos assinados por sumidades nas matérias.
- Isto vai dar uma trabalheira...

Passa mais algum tempo...

- Queres saber uma coisa?
- Diz...
- Lembras-te daquelas cartas?
- Não me digas que é outra vez o assunto da mudança de horário.
- Sim, é.
- Então?
- Desta vez não é uma carta.
- É uma enciclopédia de argumentos.
- Xi, que chatice.
- Vamos ter que analisar isto, temos que reunir um staff para contradizer, a ver se acabamos de vez com isto.

Passa ainda mais algum tempo, reuniões, etc.

- Uffff, estou arrasado, mas....
- Mas o quê?
- O tipo é capaz de ter razão.
- Afinal, isto está a fazer-nos perder muito dinheiro!
- Sabes uma coisa?
- Diz...
- O gajo é um génio.
- Também acho...

Cai o pano sobre a nódoa e acaba a peça, ou seja, a hora fica sossegadinha."

Charlie

9 comentários:

  1. hehehehhe...
    :DDD
    Estava de repente a imaginar o Rafaelito Lindo e o C.Car(v)alho a representar a piça, digo, a peça heheheheh (óbviamente mais esticada como convém)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto seria demasiado sério para eles :O)

      Eliminar
  2. O Rafaelito a fazer de secretária do Carvalho?
    A primeira carta tua a ser entregue em mão pelo Rafael e a medir uns 90 por 35 cm?
    E o Carvalho a ditar a resposta a ser-te enviada e o Rafael a fazer confusão por causa do acordo e Carvalho já todo confuso a olhar para o relógio e não saber a que horas era para tomar o comprimido, o qual por causa da mudança era para ser a uma hora que agora é outra, mas por causa da mudança já não sabe se deve tomar antes ou depois?
    E as passagens do tempo a serem feitas pela secretária, o rafael que passa no fim de cada parte as anunciar a seguinte um cartaz a dizer: dois meses depois.
    E depois, junto com a terceira carta, uma pilha de arquivos mortos vazios a fazer de respostas enciclopédicas...
    Podia ser a peça mais chata do mundo que aquela dupla a transformaria numa paródia infinita hehehehheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, disso não tenho dúvidas.
      E tu és como um Rei Midas dos textos...
      A propósito, sabes que a Joana está a preparar a tese de mestrado tendo como tema a minha colecção de arte erótica? Na última aula apresentou, entre outras coisas, a ideia dela para o logótipo que tu já viste: o torso e pernas de mulher que, no meio, formam uma serpente. Os professores acharam interessantíssimo. "Só é pena que não tenha feito um enquadramento, uma justificação dessa imagem". Adivinha que estudo eu lhe dei para ela ler e retirar excertos para fundamentar aquela imagem...

      Eliminar
    2. Quando o leu, disse-me: "O estudo do Charlie está muito bom!"
      Ah, pois está! Isso sei eu.

      Eliminar
  3. Obigado Mestre (vénia, vénia, vénia...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai a andar sim.
      Como te disse e como podes constatar no texto que te enviei já em formato final, estou a "fechar" os capítulos de forma a que os temas fiquem agrupados. Estou agora precisamente a reunir, cortar mas também a completar alguns textos que estavam dispersos pelo estudo.
      Em simultâneo isso obrigou-me a ter que rever a estrutura, razão pela qual ainda nao te enviei a dita. Mas segue em breve mais um grupo de textos assim como o seu enquadramento e localização no trabalho. Os textos já enviados são os primeiros e estão por ordem cronológica e fazem parte o primeiro capítulo.
      Abre-te-Sésamo

      Eliminar