maio 16, 2014

Cavaco em campanha


Raim on Facebook

13 comentários:

  1. Comunhão de Bens - Ágata (a falar do Cavaco e do povo Português)

    Vais-te embora,
    Podes levar o que pertence a ti
    Vais-te embora,
    Podes levar o que pertence a mim
    Vai-te embora,
    Leva contigo o que te apetecer
    Vai-te embora,
    Mas deixa a minha razão de viver
    Não me leves a coisa mais querida
    Que nos pertence em partes iguais
    Nosso filho a quem eu dei a vida
    E é de mim que ele precisa mais.

    REFRÃO:
    Podes ficar com as jóias, o carro e a casa
    Mas não fiques com ele.
    E até as contas do banco, e a casa de campo,
    Mas não fiques com ele.
    Podes ficar com o resto e dizer que eu não presto,
    Mas não fiques com ele.
    Tira-me tudo na vida, e o mais que consigas,
    Mas não fiques com ele.

    Vais-te embora,
    Podes levar daqui tudo o que houver
    Vais-te embora
    Eu nem partilhas vou querer fazer
    Vai-te embora,
    Leva o que tinhas e o que hoje tens
    Vai-te embora,
    Até prescindo a comunhão de bens

    Mas não leve essa coisa mais querida
    Que é dos dois
    Não posso negar
    Mais fui eu quem lhe deu mais na vida
    E é comigo que ele quer estar

    ResponderEliminar
  2. "Meu cavaco não entra na partilha"

    Venha embora.
    Venha para perto de mim.
    Sou tua morada, agora.
    Não quero de você desistir.

    Não tenho nada, só a Vida
    E esta até Deus pode tirar.
    Venha agora, em boa hora.
    Venha comigo ficar.

    Só tenho um pedaço do lápis,
    Que com ele ainda escrevi
    (E também escreveste "te amo"),
    Também não desista de mim.

    Venha, mesmo sem o cavaco
    Que um dia tocamos ao luar.
    Foram tantas as nossas preces
    Querendo o cavaco tocar.

    Este cavaquinho eu quero,
    Sempre pertinho, a mercê.
    Como meu coração, confesso:
    Estou enamorada de você.

    (Mamãe Coruja. O "cavaco" aqui é outro: E, quem quiser, pode aprender a tocar/gostar de um cavaco)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Num grupo de danças e cantares tradicionais de que fiz parte, tocava (mal mas tocava) cavaquinho.

      Eliminar
  3. És (quase) eclético!
    Bom gosto em viver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mais surdez da malta amiga :O)
      Olha aqui uma foto de uma actuação do grupo.

      Eliminar
  4. Parecendo uma pintura a óleo sobre tela: "Los cantantes regocijos".
    Belo registro.

    -_•..•´¯)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És uma poetisa, índia ;O)

      Eliminar
  5. A sério? Tens a certeza?rssss

    -_•..•´¯)-_•..•´¯)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que "bicho" é este que desenhaste agora? rsrsrs

      Eliminar
    2. " À noite vai ter lua cheia/Tudo pode acontecer..."

      Vês ...o que teus olhos permitam que vejas.

      Eliminar
    3. Pois... mas neste caso só vejo pontos e riscos :O)

      Eliminar
    4. Ainda bem...! (-.~)

      (*) permitem

      Eliminar